Livraria Cultura

27.11.12

ARQ!TOUR e a visita ao estádio do Corinthians

Como avisei a vocês certo tempo atrás, foi realizado neste sábado (24) a visita ao estádio do Corinthians, com acompanhamento e palestra do arquiteto responsável, Aníbal Coutinho, do escritório CDCA (Coutinho, Diegues e Cordeiro Arquitetos).

O texto está longo, tem muitas fotos (cliquem nelas para ampliar), nada profissionais, mas vale a pena porque tem muita informação nova, curiosidades e uns questionamentos meus de coisas com as quais fiquei meio apreensiva.

*Atualização: Para os mais preguiçosos, um podcast com o áudio do arquiteto foi postado hoje no arq!bacana.

O desenho de piso apresentado é em zig zag, e relaciono com a forma de acesso ao entrar nos corredores


Concepção
Conforme o arquiteto, Aníbal Coutinho, a diretriz para início do projeto foi colocar arquibancadas nas laterais principais do campo, considerados os melhores lados, e esplanadas atrás das linhas de fundo. Para dar uma integração do estádio, foram projetadas atrás dos gols arquibancadas inferiores, unindo os blocos.
No nível da arquibancada inferior, há uma série de elevadores e sistemas de distribuição de comida e retirada de lixo para que este serviço seja feito o tempo todo sem se comunicar com o público.
A intenção era que o estádio se destacasse pela forma, mas que não fosse no formato de pneu, segundo o autor.

Localização
Localizado em um terreno que tem um desnível de 44m da parte mais alta até a Av. Radial Leste, o arquiteto bolou uma solução já meio óbvia, em deixar tudo no mesmo nível, a cota 790, fazendo uso de esplanadas capazes de abrigar todo o público do estádio na saída e entrada dos jogos e usando estacionamentos e um centro de convenções para alcançar a cota para tal objetivo.

Características
O arquiteto destaca a característica dos estádios atuais a serem quentes, já que aumenta-se cada vez mais o número de equipamentos no seu entorno (equipamentos de infra-estrutura e serviços) – nota-se pelas freqüentes exigências de apoio feita pela FIFA.
Por este motivo a esplanada, deixando livre as laterais na parte de maior ventilação, deve refrescar o equipamento. O estádio passou por um túnel de vento, na Alemanha (responsáveis pela cobertura – Werner Sobek), experiência de conforto ambiental feito em laboratório, para analisar o fluxo e resistência da cobertura. Verificou-se que haverá uma espécie de turbilhamento do ar para ventilar melhor o estádio.

Segurança
A intenção era achar uma solução segura capaz de conseguir esvaziar o estádio totalmente em até 8 minutos. Para isso, a esplanada e acesso em nível era fundamental.
Uma das características interessantes em relação à segurança, ao mesmo tempo que à acessibilidade, é que o estádio fornecerá chips, para os que assim desejarem, e que tiverem mobilidade reduzida, para que, em caso de pânico e dificuldades, estes acionem o dispositivo, transmitindo a localização exata do torcedor para que este seja resgatado imediatamente.
O estádio para o Corinthians, fora da Copa, deve abrigar 48mil torcedores, até existe uma proposta de expansão futura caso seja interessante, mas não deve chegar à quantidade de torcedores que o estádio terá para a Copa, com o auxílio das arquibancadas móveis que serão patrocinadas pela Ambev, como divulgado esta semana.
A segurança também está relacionada ao comportamento do público e para evitar o vandalismo e agressividade, o estádio adotou a técnica de dar mais conforto aos torcedores através do condicionamento do ar (a gás) nos corredores, banheiros e demais ambientes fechados do estádio.

 Acima, detalhe interno do banheiro, todo com sensores. Abaixo, acesso aos sanitário com pastilhas palito atlas.


Para esvaziamento do estádio, não entraram no cálculo duas aberturas que dão acesso ao campo, mas que podem colaborar com a saída de torcedores, acessando o campo como rota de fuga. Essas abertura são para bombeiros e ambulâncias e são bem grandes para entrar todo tipo de equipamento.
O acesso às arquibancadas me deixaram de certa forma em dúvida quanto à inteligência do sistema. Embora o arquiteto mencione funcionar, não entendo o porque de recolher o público por várias abertura pequenas e direcioná-las totalmente para 4 acessos principais. Acredito que seria mais fácil dispersar mais ainda esse público. 

Melhor do mundo
A arena se propõe a ser a melhor do mundo em iluminação, melhor campo e melhores vestiários. Em relação ao vestiário, como o clube ainda não divulgou, o arquiteto também não pode dar mais informações.
Sobre o gramado podemos dizer que é o melhor porque pode usar grama de inverno o tempo todo, pois foi adotado um sistema que resfria as raízes, que são do tipo axial. Pelo nosso clima, teríamos que usar dois tipos de grama, um para inverno e outro para verão. A FIFA sugere e o estádio adotou o sistema de extração da água a vácuo.
Tudo o que foi adotado em relação ao gramado colaborará com um número reduzido de lesões, com o rolamento mais rápido da bola e também deve ajudar na economia de gastos com a manutenção de gramado.
A intenção de não realizar eventos musicais como mega shows no estádio também é para garantir a qualidade desse gramado, servindo de referência para o mundo todo.
A iluminação também é realizada pela OSRAM e oferece o que tem de melhor em iluminação HD e 3D, o que deve dar ao telespectador uma qualidade de transmissão impressionante. Para isso, o estádio contará com a maior quantidade de câmeras de um estádio. 

Cobertura
A estrutura treliçada em aço que se pode ver hoje no estádio tem uma altura de cerca de 11-13m por 77,5m de comprimento, e que será disfarçada com a cobertura externa e interna feita por  membranas. A estrutura fica mais delgada/esbelta tanto para trás das arquibancadas como para frente.
O desenho da estrutura foi desenhado para jogar o som da torcida para dentro do estádio, fazendo com que ela participe mais ainda e influencie mais nas partidas.
Se observarmos a cobertura, notamos que um do lados é menor que o outro. Um deles tem 26 treliças na cobertura e o outro, 22. A cobertura receberá dois tipos de membrana, interna e externa, com teflon, e na parte superior receberá steel deck com um isolante regularizado acima para não deixar a estrutura facetada.
Das treliças até o vão da cobertura, podemos notar uma série de aberturas que tem a intenção de suavizar a sombra no campo para melhorar a transmissão televisiva, amenizando o contraste entre sombra e sol no campo.  Essa característica, imagino eu, que possa ajudar a dar melhor insolação ao gramado.

 Acima o estádio visto da Av. Radial leste, abaixo o que já está montado da cobertura. Um módulo sobe, em média, a cada 10 dias.




Sustentabilidade
Anibal falou que são muitas as posturas adotadas para uma sustentabilidade do estádio e que seria necessária uma palestra somente sobre isso para tratar o assunto. No entanto, mencionou que haverá um painel fotovoltaico entre as folhas de vidro das aberturas da cobertura que gerará certa energia. Além disso, haverá turbinas eólicas no estacionamento e painéis fotovoltaicos nos muros do estádio, considerados os maiores do Brasil.

Muro

Telões
Como o arquiteto falou, o Corinthians não é um time que tem uma torcida, mas uma torcida que tem um time. Por este motivo, no que prometem ser o maior telão do mundo, na sua fachada, será transmitida somente imagens de torcedores durante os jogos e não a partida em tempo real. Interagindo com a cidade. Ao mesmo tempo em que é interessante, perde a oportunidade que já mencionei antes de democratizar o esporte já que cada vez está mais elitizado. Com uma esplanada dessas e com uma torcida gigante, o Corinthians não perderia nada em transmitir ao vivo os jogos para quem ficasse sem ingresso ou para quem não pudesse pagar pelos mesmos.
Sobre os telões menores, para que estiver dentro, a OSRAM, responsável pela iluminação também, disponibilizará um telão bem grande, desmontável, já que é formado por vários telões menores, e que terá qualidade HD 3d. Para o Corinthians, eles ficarão no topo das arquibancadas atrás dos gols, para a copa, com as arquibancadas móveis, eles serão reduzidos e estarão sobre a arquibancada desmontável.



Camarotes
As áreas mais Vips estarão todas juntas para facilitar acesso pelo estacionamento e, conforme o próprio autor, tem uma série de áreas Vips dentro de outras mais Vips e mais Vips, e mais Vips, onde o mais vip acessa todas enquanto o menos vip acessa somente um pedaço. 

 Acima as fileiras de camarotes e ao funo delas, os restaurantes e salões de festas que serão envidraçados.
Abaixo, o camarote com mezanino


Torcida Organizada
Embora durante a copa do mundo o estádio tenha todos os assentos numerados, para o Corinthians posteriormente a arquibancada atrás do gol, para a torcida organizada, terá suas cadeiras retiradas, a pedido da própria torcida que quer assistir ao jogo em pé.
Apesar de ser uma realidade, acredito que não seja uma postura inteligente já que tem relação com a segurança do público limitar diretamente com os assentos a quantidade de pessoas nas arquibancadas. No entanto, outros estádios famosos fazem a mesma coisa para as organizadas.
As cadeiras serão em longarinas (aquelas unidas pela mesma base metálica) e encaixáveis.



Acessibilidade
Tive a oportunidade de perguntar sobre as providências tomadas para garantir uma melhor acessibilidade para um deficiente físico ou para pessoas com mobilidade reduzida (como idosos, grávidas, etc.) e o arquiteto respondeu o seguinte: Tudo o que você pensar tem em dobro.
Fui mais específica e perguntei sobre a queixa comum de cadeirantes sobre ter somente direito a um acompanhante ao lado da vaga destinada a eles. A resposta foi que como as cadeiras são encaixadas, será possível levar mais acompanhantes, o quanto quiserem. Ao mesmo tempo que isso parece sensacional, me bateu uma sensação de que não é verdade, espero estar errada. Tal postura seria muito boa, mas conhecendo o Brasil, imagino que a quantidade mínima de vagas para deficientes nem sempre seria respeitada já que seria possível colocar um ou mais assentos normais nos espaços destinados a eles. Veremos se é isso tudo.
Segundo o arquiteto, os locais para deficientes ficaram em áreas onde os ingressos são mais caros – acredito que no topo das arquibancadas inferiores, ou seja, com acesso em nível.

Abaixo: corredores e acesso para a arquibancada entre os sanitários.





Equipamentos
O estádio contará com restaurantes e salões de festas nos cantos do estádio, envidraçados para o campo, na altura dos camarotes. Haverão camarotes normais e camarotes com mezanino, aproveitando a altura disponível e terá parte em balanço sobre a arquibancada inferior.  Para o Corinthians, haverá uma série de vestiários e um campo interno para treinamento com área de manutenção do gramado próximo às entradas para o mesmo.

Valorização da marca Corinthians
O vidro da fachada é opaco, com pequeniníssima transparência, somente o suficiente para que a camada de LEDs atrás, colocados com um núcleo de 9LEDs a 28cm um do outro, seja suficiente para projetar na fachada. O vidro está sendo curvado na Itália, local de fabricação da marca suíça, e em uma das fachadas terá uma depressão que simbolizará o logotipo do Corinthians sugando essa fachada.
A importância do vidro branco é que ele não esverdeie a fachada, por motivos óbvios. A qualidade do vidro é superior e são curvados para os arquitetos Frank Gehry e Renzo Piano. Inclusive, Coutinho menciona ter curvado a fachada do Corinthians pelo mesmo programa do Frank Gehry – imagino que seja o Microstation TriForma, me corrijam se alguém souber o correto.
Lembrando que para a Copa do Mundo, nenhum escudo, logotipo ou marcas poderão estar em qualquer área do estádio.
Em uma das fachadas  menores há um revestimento cerâmico, da marca Levantina, com 5mm de espessura.

 Nas fotos é possível observar a depressão do vidro e um espelho d'água, originado no projeto inicial que serve para retardar alguma invasão.
 Abaixo, a fachada que receberá a cerâmica de 5mm



Isenção Fiscal
Já mencionei há certo tempo e agora esclareço um pouco mais. Qualquer investimento em algumas regiões propostas pela prefeitura de São Paulo, recebe um benefício fiscal com relação ao valor investido. Em outras palavras, como a prefeitura quer que a iniciativa privada invista em algumas localizações estratégicas (ao invés dela usar dinheiro público para isso, como pavimentação, sinalização, iluminação e fomentação do comércio), ela dá benefícios em valor para quem investiu para usar somente no pagamento de imposta. Conforme o que o engenheiro responsável pela obra da arena, Antonio Ganoli, a cada um real investido pelo Corinthians, a Prefeitura libera o clube de pagar 60 centavos em pagamentos de impostos futuros. Isso não é um benefício ao Corinthians e nem mesmo festa vinda com a Copa, mas um benefício disponível para todo cidadão e empresa que queria investir em uma dessas regiões que estão no plano urbano da cidade.

 O efeito noturno e diurno do estádio são interessantes o que pode marcá-lo como cartão postal.


 Acesso aos vestiários
 Campo em pó já demarcado
 Suporte
 Ponto de partida da construção do estádio
Viga jacaré para apoio das peças da arquibancada
 Encaise das estruturas pré-moldadas para quem não conhece
 Avisos de segurança por todo o estádio, que ainda não teve nenhum acidente grave ou fatal.
 Degraus intermediários, boa parte já instalada, mas ainda em desenvolvimento.
 Arquibancada inferior
Escadarias

Fontes:
As fotos das perspectivas foram retiradas do Corinthiansestádio
Para fotos profissionais, visitar o perfil do arqbacana ou do fotógrado Alexandre Kröner no facebook.

16 comentários:

  1. Daniel Sena Serafim4 de dezembro de 2012 12:39

    Boa Tarde,

    Lilian é o Daniel Sena do Mestrado, obrigado pelo comunicado de sua publicação, seus relatos e imagens me ajudarão muito para compor minha dissertação, agradeço sua gentileza e gostaria que quando surgir uma nova oportunidade me comunique por favor!
    Obrigado e parabens pela cobertura!

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia, Lilian, uma pergunta que todo corintiano faz e ninguém explica direito - "não sei" porquê...: Nas esplanadas das Arquibancadas atrás dos gols, vê-se que é totalmente aberto, o que supostamente ajudaria (e facilitaria muito) a saída dos torcedores. Até aí tudo bem: mas... e os famosos torcedores mal-educados corintianos, que não se dão respeito, nem respeitam ninguém? Parece que ficaria muito fácil uma invasão desses vândalos, que obviamente tomariam as cadeiras dos torcedores pagantes... Estava vendo a planta em 3D do Estádio do Dragão (Futebol Clube do Porto - Portugal) e vi que ele é muito parecido com a Arena corintiana, inclusive com essas aberturas atrás dos gols. Só que nesse estádio, há, tipo um muro de certa altura que, na pior das hipóteses, atrapalharia alguma invasão de "torcedores" mal-intencionados. E no estádio do Corinthians, haverá (ou você não acha que deveria haver) um muro ou algo que serviria como medida paliativa contra invasões de "torcedores" mais exaltados? Por favor, me mande a resposta e sua opinião ao meu e-mail: marcosaureliovigia@hotmail.com. Ou me mande pelo meu perfil no Facebook: https://www.facebook.com/marcos.sousa.522?ref=tn_tnmn ou ao meu perfil do Twitter: https://twitter.com/MarcosSousa85. Beijos e parabéns pelo seu trabalho!!!! Até!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondo aqui (mas envio email também) para que quem tenha essa dúvida também possa saber.

      É uma coisa que fiquei pensando muito e não deu tempo de perguntar, infelizmente ao arquiteto.
      Para a Copa do Mundo, não há problema, pois a FIFA providencia vários anéis de acesso (em forma de grades) para primeiro revistar e só deixar quem tem ingresso entrar, no outro faz um outro tipo de revista e no outro pega o bilhete direcionando para o lado certo do estádio. Então, para alguém passar por todas as barreiras sem ingresso, é bem difícil. Além disso, para a Copa, terão as arquibancadas atrás dos gols.

      Fora da Copa que fica essa dúvida mesmo. Nas laterais terão os espelhos d'água, que como aparecem na foto e como comentei na legenda da mesma, servem para retardar possíveis invasores. Sei que parte da evacuação das pessoas dessas arquibancadas inferiores, em caso de pânico, pode ser feita pelas entradas no nível do canto, nas quinas, (como as entradas de ambulancia), mas sem pânico, é por onde você menciona. Retardar invasores para que profissionais tenham tempo de tomar providências, é o intuito. Talves as aberturas (onde tem um pé-direito bem grande) dessa esplanada posterior sirvam para afunilar esse público, ainda assim acho perigoso e ainda não vi em nenhum lugar qual é a proteção como guarda-corpos, por exemplo, nessas aberturas. Da mesma forma como acho perigoso o espelho d'água. Um pisoteamento ali pode resultar em morte por afogamento também. Além de piorar mais ainda em caso de pânico. Uma pena eu não ter o contato do arquiteto. O aníbal é o mais difícil de ter comunicação. Eles não tem site, ele nunca passa o contato, alguns contatos que eu tenho também não podem passar. Mas ainda quero tirar essa dúvida.

      Outro estádio que deve passar pela mesma situação é o de Durban, na África do Sul.

      O corinthians também já deixou claro que quem assistirá jogo, vai pagar, nem mesmo no telão gigante da fachada passará.

      Ainda quero tirar de vez essa nossa dúvida. Conseguindo, entro em contato e posto aqui no blog. Abraços e obrigada por levantar essa questão importantíssima de segurança e funcionamento.

      Excluir
    2. Lilian boa tarde ! Moro perto e acompanho a construção do estadio visualmente ou pela internet e ate hoje essa duvida tambem me amola rs por favor voce que tem mais acesso as informações tecnicas, quando descobrir como funcionara esta parte me avise por email ? rs
      Agradeço !
      A proposito, otimo trabalho !!
      felipehenrique@gmail.com

      Excluir
    3. Como vejo que é uma duvida frequente, estou tentando entrar em contato com o arquiteto, que é realmente um cara dificil. Nunca achei site do escritório, o unico contato que tem nunca me responderam. Vou tentar de outra forma, com uns contatos.

      De qualquer forma, neste link tem alguns detalhes: http://www1.folha.uol.com.br/esporte/970007-infografico-revela-detalhes-do-projeto-do-itaquerao-veja.shtml

      Realmente o que é informado ali é que é aberto pra quem quiser ver. No caso da copa não! Nunca será, já que é questão de segurança, renda da FIFA, que cerca o estádio com vários anéis de verificação de ingressos, de objetos metálicos, etc.

      Dá pra ver neste infográfico falando que quem tá de fora consegue ver, acredito então que não haverá barreira, inicialmente!

      Mas ainda tento um contato e respondo a vocês aqui bem como crio um novo texto sobre o assunto.

      Obrigada

      Excluir
    4. Agradeço a atenção Lilian, fora da copa acredito que ali naquela area tera uma contenção e deixe passar só quem estiver com os ingressos daquela arquibancada (TOMARA!). Existe uma pagina e facebook chamada O Fiscal da Fiel, nao sei se ja ouviu falar,la ele acompanha a obra em detalhes desde o inicio com entrevistas fotos e videos com engenheiros da obra mas nem ele consegue tirar essa informação, vamos aguardar né.

      Abraços !

      Excluir
    5. Imagino que sim, o arquiteto mencionou bastante isso dos espelhos d'água que retardam o público até uma intervenção policial, mas não acho suficiente se estiverem em grande número e não vejo isso nessa parte em questão. Acredito que terá mesmo uma grade no futuro - o que vai acabar com o conceito e com a limpeza arquitetônica, mas era coisa a ser pensada antes. No brasil, com nossos costumes, isso não daria certo mesmo.

      De qualquer forma, eu sou apaixonada pela idéia de pagantes veem de perto, mas quem não tem grana pode ver de longe. Isso com estádios rebaixados, onde o público pode ver de fora mesmo sem pagar. Seria animal isso, democrático já que nossos ingressos est]ão cada vez mais caros e estádios elitizados.

      Esse Fiscal da Fiel ainda não conheço. Vou adicionar para ver... conheço sites que mostram o andamento das obras e notícias. Vou tentar a informação, mas se encontrar, por favor, coloque aqui.

      Abraços

      Excluir
    6. Atualização: Ao que tudo indica, o espelho d'água ficará só no projeto. Ufa!

      Excluir
  3. Lilian, parabéns pelas informações, muitas dúvidas minhas e de outros corintianos foram sanadas. No seu texto você diz que ao final da Copa as cadeiras atrás de um dos gols (no espaços das organizadas) serão retiradas, isso não implicaria em um aumento na capacidade do estádio? Como exemplo, o estádio do grêmio ganhou mais de 10 mil lugares com a retirada das cadeiras no setor onde ocorre a falada avalanche. Você teria alguma informação sobre isso? Agradeço desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que pude tirar algumas delas, Igor. É o intuito do blog.

      Sobre isso do aumento de pessoas que possam entrar no estádio nessa área da organizada digo o seguinte. As cadeiras numeradas existem não só para conforto, mas para limitar o espaço à quantidade correta e permitida pelo corpo de bombeiros. Teoricamente não é para aumentar a quantidade de torcedores. Mas aí, se aumentar, entra no mesmo caso da balada Kiss, em Santa Maria, é uma infração à segurança de quem frequenta e não deve acontecer. As saídas são calculadas para um certo número de torcedores, com folga, mas não deve acontecer. Se acontecer, é passível de denúncia.

      Eu, sinceramente, sou contra a retirada das cadeiras, pois há abuso dos clubes a fim de levar mais torcedores e lucrar um pouco mais com bilheteria, mas entendo o que a torcida organizada quer. O caso da avalanche é tradição, mas é perigoso. Não é deixar chato, mas seguro. Os alambrados mesmo não há como fazer algo que aguente tamanha força da aglomeração.

      Bom, é isso. Fique a vontade para dar a sua opinião, complementar ou questionar algo.

      Abraços e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  4. Uma questão em movimento q me atormenta. Essas arquibancadas móveis, estariam atrapalhando a visão de cima pra baixo de quem se assentar nas últimas fileiras de cadeiras?
    Observando no site da construtora que apresenta o vídeo em maquete, isso claramente se nota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde você viu isso? Não encontrei. Tem alguma imagem que possa mostrar?

      Excluir
  5. Isto é uma cópia do estádio do dragão... aliás penso que foi inspirado no dragão!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que não vejo muita coisa similar, não. O que que você acha ser tão parecido assim?

      Excluir
  6. Boa tarde a todos! Sou corintiano e confesso estar muito triste em esperar tanto tempo pra ver o corinthians com estadio proprio e ser contemplado com um projeto arquitetonico ridículo desses. É decepcionante!!! Sinceramente esse Anibal Coutinho merecia uma sonora vaia!!!!

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente acho muito feio tbm, entro toda semana para ver o andamento das obras com esperança de ver ele pronto e que não fique tão ridículo como parece, mais infelizmente está ficando. O que mais acho rídiculo é os vãos atras dos gols, estádio aberto é ridículo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...