Livraria Cultura

27.3.10

A Arena do Grêmio e as propostas para Porto Alegre


Porto Alegre é uma das cidades-sede que tem uma idéia mais ajustada do que pretende fazer para a Copa 2014. Na minha opinião, a arena do grêmio é mais um complemento para o sucesso da capital do Rio Grande do Sul.

Desde o início das disputas pela sede do evento, Porto Alegre já contava com duas grandes propostas: o Beira-Rio e a Arena do Grêmio. O primeiro se demonstrou mais viável, mais adequado e mais ambicioso. No entanto, com Copa ou sem Copa, o Grêmio assumia a postura de que iria construir a nova casa do time.

Essa semana, o Grêmio apresentou o site oficial da nova arena: http://www.arena.gremio.net/
lá podem ser vistas imagens da nova arena, um vídeo esquemático e, para quem é torcedor, pode participar colocando uma foto no mural, apoiando o projeto.

Ainda falta muita coisa no projeto a ser ajustada e detalhada - minha opinião, claro. É óbvio que o Grêmio está num estágio mais inicial do projeto, comparando com o Beira-Rio. No entanto, acredito que o maior potencial da construção deste estádio, é o benefício que ela trará para a revitalização da orla, do cais mauá e das atividades esportivas. Além disso, revitalizará uma área que é um tanto abandonada.

No relatório apresentado pelo grupo de estudos da cidade de Porto Alegre no Workshop Copa 2014, realizado durante a 8ª Bienal de Arquitetura, em SP, em Novembro de 2009, (Clique para baixar) podemos ver o potencial da valorização da orla do Guaíba e do Cais Mauá. A revitalização poderia colaborar com um eixo verde, de atrações culturais e esportivas, poderia ser um bom espaço para as fan fests (Festas oficiais da FIFA) e ainda ter um sistema de transporte como trams e com ciclovias bastante eficiente, desde que complementado por rotas extras, dando total acesso a bairros mais distantes. (Sugestões do traçado podem ser vistas no relatório mencionado acima).

Abaixo, a imagem do relatório onde foram elencados os principais pontos de atração cultural/turística (a esquerda) e pontos de potencial esportivo e com equipamentos já consolidados - alguns com necessidade de reforma (a direita). - Clique nas imagens para ampliá-las.



Vendo desta forma, a arena do Grêmio estende o percurso de pontos atrativos e de vida noturna, que garante maior segurança a qualquer região, e que é um grande potencial da construção de um estádio.

Quando se menciona o "legado" para uma cidade através da Copa (e olimpíadas), o que podemos encarar como herança para Porto Alegre, poderia ser essa potencialização das margens do Guaíba. Um bom exemplo seria o Porto de Lisboa, que recebeu bons investimentos também a partir de um evento internacional. Outras referências a serem consideradas são: Puerto Madero, em Buenos Aires (Argentina) e a Estação das Docas, em Belém (Brasil).


Acima: Porto de Lisboa (Portugal), Estação das Docas (Belém, Brasil) e Puerto Madero (Buenos Aires, Argentina)

Sobre a Arena em si, considerando apenas a arquitetura, vejo pontos positivos e alguns negativos.

Positivos:
  • A esplanada de acesso é uma boa forma de facilitar a evacuação, pois permite um bom espaço livre, nas saídas, assim como distribui melhor a chegada dos torcedores;
  • A rampa que leva à esplanada democratiza a acessibilidade - ao menos à entrada.
  • A cobertura, treliçada e estaiada vai até o limite das arquibancadas, o que favorece o torcedor. No entanto, há a necessidade de uma parcela transparente para garantir uma qualidade do gramado. Nas imagens publicadas há essa transparência, mas não há um trabalho conforme o eixo solar (Leia Mais sobre o assunto), como acontece no Allianz Arena, por exemplo, e como a Arena de Manaus pretende trabalhar.
  • A proposta do vestiário, mesmo que ainda sem muitos detalhes, é uma das únicas partes internas divulgadas que segue um bom padrão de qualidade, como os vestiários de estádios americanos de basquete e baseball, por exemplo.

Negativos:
  • A esplanada é uma barreira visual para o pedestre. Dificulta a visualização do estádio, consequentemente, sua pregnância na memória, assim como é o Morumbi, em São Paulo. A diferença entre o Morumbi e a Arena do Grêmio, é que, pela avenida de acesso ao futuro estádio gaúcho, ao menos de longe o estádio pode ser visualizado, enquanto em São Paulo a limitação é em toda a sua volta. Como o estádio fica próximo às águas do Guaíba, a visualização só pode ser feita dali, o que seria legal, se os transportes, passeios e esportes náuticos fossem incentivados (o que não é má idéia já que já há sinais e certa infra-estrutura para a prática em questão). Outra solução seria diminuir a barreira para que o estádio se torne, de fato, um marco, um ícone arquitetônico para Porto Alegre. O estádio do Beira-Rio tem uma visualização um pouco melhor, exceto pelo estacionamento, que, segundo o escritório Hype studio, pretende trabalhar para que isso seja melhorado.

  • Programa de atividades não garante grande sucesso ao projeto. Seria interessante algo cultural ou esportivo, que complemente um plano geral para a cidade. Um shopping pode colaborar com a renda, mas pode não convencer pela região, que ainda não é nada atraente. Além disso, não é algo que possa ser considerado um "legado" para a cidade. Outra posição interessante que poderia ser adotada pelo Grêmio, é colaborar com o paisagismo e infra-estrtura urbana ao redor do estádio, até as proximidades da orla, como faz o Beira-Rio.
  • Complexo de edifícios parece agredir a paisagem/skyline da cidade. Isso é apenas uma posição minha, mas acredito que edifícios altos, próximos às águas, negam os rios (como de praxe no Brasil). Um skyline progressivo, aumentando a altura dos edíficios, conforme se afasta do leito do Guaíba, seria mais adequado. Isso também serve para algumas propostas que considero absurdas para o Cais Mauá.

Resumindo, acredito que a Arena do grêmio será muito boa para a cidade e região pela sua simples construção. A arquitetura ainda tem um caminho natural de evolução pela frente, e, sem dúvida, será muito bom para o futebol gaúcho também.

O relatório do Workshop da Copa ainda menciona propostas interessantes para a Ilha dos Marinheiros, por exemplo. Vale a pena dar uma olhada e entender um pouco mais a capital gaúcha.

22 comentários:

  1. Fica um link aqui que menciona alguns dados sobre o projeto: http://www.copa2014.org.br/noticias/2379/GREMIO+APRESENTA+SITE+DA+ARENA.html

    ResponderExcluir
  2. Pelo visto você não conhece mesmo o projeto e, muito menos Porto Alegre! A Arena do Grêmio não será construída as margens do LAGO GUAÍBA e sim no bairro Humaitá, num terreno as margens da BR-290 (Free Way)! O Rio ali é o Gravataí! Segundo, a escolha pelo lugar é justamente pela proximidade com os municípios da região metropolitana e por questão de mobilidade urbana (Canoas, São Leopoldo Novo Hamburgo, Serra gaúcha e interior-capital). A ponte estaiada ali é da futura BR-448 (Rodovia do Parque) que liga as cidades supramencionadas. Se isso não é contribuir/unir a infraestrutura pela proximidade com aeroporto, rodoviária, trensurb, rodovias e corredores de aeromodais, o que falar do beira-rio que nem projeto tem, sem falar do embróglio pela falta de $$$$.

    ResponderExcluir
  3. realmente não sei os limites do Lago/rio Guaíba. Aliás, a discussão do termo de lago-lagoa-rio vai ser eterna, mesmo entre especialistas e gaúchos.

    Sei também que não fica às margens da água como o do beira-rio, mas fica, sim, nas proximidades, e nada impede de levar um projeto urbano até a orla!
    Obrigada por me corrigir por ser o gravataí!

    Acho que o maior potencial da região é a proximidade com o aeroporto e rodoviária (que por sinal merece uma boa reforma - coisa que pretende ser feita).

    Não sei se me entendeu bem, mas o que quis dizer é que o grêmio não está diretamente vinculado com as propostas da Copa AINDA! e que as próprias propostas do RS não são definitivamente ligadas à copa, mas algumas somente estão saindo das gavetas ATRAVÉS da copa.

    Se ver o relatório mencionado, poderá ver que tem trajetos viários que não ligam nada a nada e nem colaboram com algo fundamental. Muito menos dão qualquer acessibilidade aos bairros ao sul.

    Mas volto a retomar minha posição. A construção da arena do grêmio é importantíssima e muito bem-vinda para a cidade de Porto Alegre.

    ResponderExcluir
  4. Lilian, conheces Porto Alegre?

    O cais naquela parte norte de POA é utilizado ainda e tem empresas de dragagem, silos, etc. Assim, dificil ser utilizado de maneira turistica na Copa, ao contrário do cais no centro que será reformado e ao norte do centro, que tem parques nas margens.

    Ao redor da Arena, do outro lado da BR290 tb é cheio de empresas, assim o Grêmio não tem muito poder pra reurbanizar a área.

    Outra coisa, aquele rio estreito ao lado da Arena é o Rio Gravataí... ele não é visto da Arena e provavelmente nem mesmo o moradores dos prédios poderão ve-lo. O Guaiba fica a oeste da Arena... e esta fica entre o Guaiba e os prédios. Considerando os 50m de altura da Arena, somente os ultimos andares dos prédios poderão ver o rio... assim, não tem como aumentar a altura dos prédios progressivamente, até pq os prédios não podem ser muito mais altos do que já são, pois há limite de altura devido à proximidade do aeroporto Salgado Filho.

    Por fim, discordo que o projeto do Inter esteja mais avançado. Começa pelo fato de que o Inter já descartou todo aquele complexo bonito ao lado do estádio... e a diretoria até já admite talvez não terminar a cobertura a tempo da Copa de 2014. Já a Arena do Grêmio, irá iniciar em julho de 2010 e terminar em Dezembro 2012.

    ResponderExcluir
  5. o principal fator da Arena é que fica no entroncamento da BR116 (que liga POA a boa parte da RM, como Canoas, Novo Hamburgo e São Leopoldo) e à Serra e norte do estado), BR290, que liga POA ao sul e oeste do estado e tb ao leste do estado (litoral) onde logo vira BR-101, ligando a SC.

    Alem disso, a Rodovia do Parque (BR448), em construção, que desafogará o transito da BR116 desemboca direto ao lado da Arena.

    Finalmente, a Arena fica a 1km da Estação Anchieta, do Trensurb. E a estação Anchieta fica a somente 1km da Estação Aeroporto, que fica ao lado do aeroporto, claro :)

    A prefeitura tb está duplicando uma avenida ao lado da Arena.

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente estou postando como anonimo por não possuir nenhuma conta que possa usar aqui.
    Na verdade amiga, o posicionamento da arena está certo em relação ao sol, dei uma conferida no google earth, é exigência da FIFA que a arena fique neste sentido para não prejudicar a visão dos goleiros, quanto as transmissões, hoje realmente vemos em muitos estádios que ela fica ruim de acordo com a hora por causa da sombra, mas aí temos que considerar o horário do jogo, a altura da arena e a extensão da cobertura, aí vemos que na hora mínima de um jogo, que é as 16h, na arena do Grêmio o sol ja não vai mais pegar dentro das 4 linhas do campo de jogo, aí nos leva a pensar na grama, não seria pouco tempo exposta ao sol? Exatamente, seria pouco tempo, aí pensamos em hipóteses, a da Allianz Arena é uma boa possibilidade mas teria que mexer no projeto, aí essa idéia ja não me anima tanto, porém, tem outra, a mais comun usada hoje em dia em muitos estádios da europa, iluminação artificial, essa sim penso que seria a solução ideal para se usar na arena!

    ResponderExcluir
  7. Lilian, fiquei muito feliz em ver sua posição isenta e bem detalhada do projeto.
    Mas entendo que a alguns equivocos de sua parte (o que é plenamente compreensivel por não ser de Porto Alegre.
    O projeto por exemplo está mais adiantado que o do Beira-rio; enquanto a Arena depende apenas da aprovação do EIA/RIMA de POA para começar as obras, o Internacional, precisa da aprovação do projeto na prefeitura, precisa elaborar TODO o projeto de impacto ambiental (que é muuuuuito extenso e leva pelo menos uns 4 meses) e eles não tem dinheiro algum para começar as obras, enquanto a construtora da Obra da Arena possui TODA a verba.
    Logo o projeto do Beira Rio esta pelo menos 6 meses atrás da Arena.
    entre no site oficial da Copa www.copa2014.org.br e veja em porto alegre/ noticias

    o andamento de um e de outro projeto. verás coisas impressionantes.

    Outro detalhe que chama a tenção, o projeto da Arena é muuuuuuito longe do cais mauá... e a orla do Gravatai que passa próxima arena é muito estreita. Logo não há vinculo entre as duas coisas, ligar o Cias a Arena é como dizer que um parque de Porto Alegre deixou São Paulo mais Arborizada.

    Outro detalhe é sobre projetos culturais no entorno que tu falaste que não há, havera contrução de shopping, centro de convenções, etc..

    as Torres aonde ficarão não necessitarão de construção em escala crescente de altura, pela distância do rio.

    e quanto a região que tu falaste, bom essa será engolida pelo mercado... temos vários exemplos em POA de empreendimentos que foram contruidos em meio a favelas, e de um dia para o outro, somem as favelas, e o entorno sofre um boom de valorização!

    Escrevo como anonimo pelo mesmo motivo do amigo acima.

    me chamo Felipe fischer, sou de Porto Alegre, estudo economia e acompanho o projeto desde o inicio com muita atenção.

    ResponderExcluir
  8. Lilian. Meu comentário é só para destacar que, como você pode ver acima, os torcedores do Grêmio estão atentos a todos os detalhes, obtendo informações mais verídicas do que a mídia. O Projeto Arena foi pensado quando ninguém falava em Copa do Mundo. É um projeto para os gremistas, para o futuro do Grêmio e, de quebra, para o bem de Porto Alegre. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Volnei Wolschick - Administrador de Empresas31 de março de 2010 03:51

    Oi Lilian, tomei a liberdade de linkar esse seu post na comunidade Grêmio Arena. Pois achei importante que os torcedores gremistas analisem a opinião de uma profissional da área fora do RS, ou seja, uma opinião isenta da paixão clubística.
    Sobre a questão da Orla (não pertencer ao Grêmio) e não ser o Guaiba, já foi esclarecido, já os prédios altos no projeto, foi uma exigência da construtora, para que podesse recuperar o seu investimento com o projeto, que será na ordem de 1 bilhão de reais.
    Se quiseres mais informações sobre o projeto, com certeza a comunidade Grêmio Arena no Orkut é um ótimo centro de informações. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Oi Lilian, nao entendi o comentario "colaborar com o paisagismo e infra-estrtura urbana ao redor do estádio, até as proximidades da orla, como faz o Beira-Rio." Eu conheco bem aquela area e nao vejo colaboracao alguma do Beira-Rio com a orla. O Beira-Rio e', inclusive, separado da orla por uma avenida. O que ha' sao projetos como o Pontal do Estaleiro, ali nas redondezas do Beira-Rio, mas que nao tem qualquer vinculo com o estadio e nao e' nem mesmo certo que fiquem prontos ate' 2014 (provavelmente nao ficarao). No que diz respeito 'a Arena, como ja' falaram, a mesma nao fica perto do Cais Maua e ainda tem uma BR na porta, ou seja, essa integracao com o rio nao tem mesmo como existir. Apesar disso, a localizacao da Arena e' bem melhor que a do Beira-Rio, ja' que a Arena sera' servida por trem e onibus, com acesso rapido 'a cidades da RM de POA e ao lado do aeroporto. Saudacoes.

    ResponderExcluir
  11. Se aventurou a falar sobre uma cidade e um negócio que desconhece e escreveu um monte de asneiras.

    ResponderExcluir
  12. Rodrigo Penna, sei que nessa parte mais norte há as partes areieiras, onde há certo funcionamento sim. No entanto, não disse que nessa parte pode ser atração turística, mas o posicionamento estratégico desse terreno do grêmio pode trazer a parte turística o mais próximo possível, claro que onde for possível, não retirar o que tem lá funcionando!!!! Também não digo que é responsabilidade do Grêmio fazer essa reurbanização, mas direcionar tudo o que possível dentro da área deles. A construção da arena pode sugerir uma continuidade - que pode ser desenvolvida pela prefeitura ou com investimentos privados. No momento em que mencionei essa questão é por conta de um projeto a da arena que parece negar o entorno imediato.

    Sobre a altura dos prédios, acredito que eu não tenha me explicado bem novamente ou que você não me tenha compreendido bem. A grande menção disso é por propostas q já foram apresentadas ali para o cais... onde haviam colados com a água, prédios tipo arranha-céu. Como o projeto do cais está saindo do papel, o medo é de que sejam edifícios altos desse tipo. De qualquer forma, fico até mais aliviada de ter lembrado do aeroporto ali ao lado, já garante algo mais baixo. De qualquer forma, essa idéia de prédios comerciais, shopping center, centro de convenções, etc não garante nada de concreto para a viabilidade de programa.

    De fato, me arrependo de ter feito qualquer comparação com o Inter. Acreditava que por conta de não ter preferência ALGUMA por qualquer um dos times, estava livre de ser "punida" por ser isenta de qualquer tipo de tendência. Mas de fato, não deveria. Quando disse que o inter estava mais avançado, é por detalhamento de projeto... não necessariamente por qualidade, embora isso seja consequência na maioria das vezes.

    ResponderExcluir
  13. Lilian

    Apesar de achar muito bom teu enfoque sobre o projeto da Arena do Grêmio,ainda assim discordo de algumas (muitas) opiniões. Mas isso é bom: a pluralidade de pontos de vista.

    Peço-te, apenas, que tenha um pouco de cuidado ao abordar a matéria pois envolve a paixão clubística do torcedor gremista. Ficassem teus argumentos apenas no projeto Arena e os arredores e a polêmica seria menor. Mas ao comparar o projeto ao do Estádio Beira-Rio, do outro time de Porto Alegre, tu cometeste enorme equívoco.

    Primeiro, por permitir que a propaganda e midia colorada te afastasse da verdade. E segundo, por tomar, ainda que ingenuamente, o lado vermelho do debate.

    Porque aqui no Rio Grande tudo é assim: se não for azul, é vermelho. E se for vermelho, é inimigo.

    Atenciosamente,

    PH

    ResponderExcluir
  14. Ainda p/ Rodrigo Penna: duplicação de avenida, para um centro gerador de trânsito que é um estádio não é nada. Tem que ter investimento em transporte público de massa, que seria muito bom aproveitando a orla inteira.

    Sobre responder anonimamente, não há problemas... respondo com ou sem identificação, mas tem gente que assina o recado, como vcs preferirem. Estou interessada na discussão e não nos nomes!

    A arena está sim com o eixo correto. Aliás se não estivesse não seria nem cogitada a construção nesse terreno! Não acho que a ilum. artificial seja a mais adequada - 1º porq não é o mais funcional, nem mais sustentavel - 2º o pior problema dos estádios europeus é exatamente a falta de iluminação (o melhor exemplo disso é o Wembley que recebeu duras penas de grandes jogadores, técnicos e especialistas, após a reforma). Não dá para dizer com certeza que essa transparência não dá conta, mas não há o desenho que aproveita a curvatura do sol (em todas as fases do ano em que ele tem um eixo diferente). Enfim, é questão de escolha de materiais, nem tanto de projeto.

    Novamente, o que comparei entre inter e grêmio é detalhamento de projeto... projeto arquitetônico e não posicionamento de obras, dinheiro no bolso ou andamento de documentação com prefeitura ou de impacto ambiental (que acredite... sei mto bem quanto tempo leva - estou aguardando a EIA/RIMA há uns 7-8 meses para continuar um projeto). A questão que levantei aqui no post é sobre o projeto e os impactos/benefícios para a cidade como um todo.

    Gostei da comparação de POA deixar SP mais arborizada, mas complementando o que respondi no comentário acima, o grêmio num extremo e o Beira-rio no extremo sul com vários pontos turísticos (culturais, históricos, verdes e esportivos) no meio criam um eixo de visitação, mesmo que só de passagem nesse trecho mais norte. Não é estender o cais mauá até lá em cima, não por ser simplesmente utópico, mas impossível, mas por obrigar melhorias na região. Com a construção da arena, a vida nesse trecho aumentará.

    Shopping não é cultura mas comércio. A não ser que hajam fabulosos teatros dentro dele ou coisas do tipo. Centro de convenções também não é necessariamente cultura. Pontos de cultura são auditórios, teatros, museus, edifícios/regiões históricas - elencados no mapa.

    ResponderExcluir
  15. Volnei Wolschick - obrigado por linkar o post. Agradeço desde já. Sobre os edifício, acho que quando vc disse que foi a pedido da construtora - que só visa dinheiro e não qualidade projetual ou qualquer outro benefício à cidade - já disse tudo.
    De certo, acompanharei o orkut para ver as discussões e informações por lá.

    Sobre o paisagismo etc é como já mencionei acima. Dar diretrizes para que a própria prefeitura possa dar continuidade. O projeto do Inter, mesmo com a Avenida separando das águas, tem um projeto mais extenso. (http://goldaarquitetura.blogspot.com/2009/06/cidades-sede-porto-alegre.html - texto de Junho do ano passado, mas onde dá pra ver a preocupação com as escolas de samba, como ficaria um trecho ali da marina. De qualquer forma, eles negaram o outro lado do estádio). atualmente o beira-rio não colabora com nada, portanto, mesmo conhecendo a região, não verá isso mesmo, mas o PROJETO ARQUITETONICO previa isso. Não sei o que foi ou não abandonado pelo inter, mas a proposta previa isso! Pelo menos orientava.

    ResponderExcluir
  16. Oi Pedro

    realmente, é assim mesmo. Me arrependi de mencionar o outro projeto aqui. Arrepender não sei se é a palavra certa, pois continuo com minhas opiniões. O mesmo aconteceu com a análise do Morumbi. Eu simplesmente considero que tem a paixão envolvida no comentário.

    Obrigada e fale quais os seus pontos de vista se possível!

    ResponderExcluir
  17. Sou colordo gostei muito da tua postagem. Gostaria tbm de ver uma postagem sobre o projeo gigante para sempre do inter. Desde o início das disputas pela sede do evento, Porto Alegre já contava com duas grandes propostas: o Beira-Rio e a Arena do Grêmio. O primeiro se demonstrou mais viável, mais adequado e mais ambicioso. No entanto, com Copa ou sem Copa, o Grêmio assumia a postura de que iria construir a nova casa do time. Pq vc pensa assim?

    ResponderExcluir
  18. oi... já postei sobre a análise do beira-rio junto à análise da cidade: http://goldaarquitetura.blogspot.com/2009/06/cidades-sede-porto-alegre.html se der uma olha nos posts antigos, também encontrará uma resposta que recebi da Hype studio quando perguntei sobre o estacionamento bloquear a visão e que eles estavam com essa questão em estudo.

    Sobre o porque de eu pensar assim: notícias mostravam a postura do grêmio desde o início. Já o por ser mais ambicioso, etc, é por conta da "ousadia" do projeto que engloba todo o entorno, prevendo até mesmo uma marina para incentivar esportes náuticos e acesso via guaíba, os campos de treinamento nas laterais, ver como ficariam as escolas de samba, estudar uma cobertura moderna (que inicialmente até teriam as cabines de imprensa lá em cima, mas que por questões de ventos fortes posteriormente foi reconsiderado). Inicialmente foi algo maior. O Grêmio, por sua vez, focou mais o próprio estádio. Obrigada pelo comentário e sinta-se a vontade para fazer outros.

    ResponderExcluir
  19. Cara Lilian. Se o colorado gostou da postagem, então tu falaste algo de errado. Pois o projeto deles é o troço mais feito "nas coxas" que já vi. Eles simplesmente fizeram um desenho qualquer (bem feito até)e mais nada. Mas isso não é projeto, é só desenho.
    Começa que nada do que foi proposto irá se concretizar, só um reboco e uma pintura a trincha mesmo. E fazer desenho sem compromisso com a execução, qualquer arquiteto faz.

    PS. Legal tu responder a todos.
    Abraço,
    Zeca-São Léo/RS

    ResponderExcluir
  20. Haha. Não necessariamente. De verdade, José Carlos, sou completamente imparcial nas observações que eu faço. Não tenho contato com qlq escritório de arquitetura nem mesmo torço para qualquer um dos times. Acho que não é só desenho... há muito estudos e testes que eles fizeram - principalmente em relação à visibildade e da cobertura - incluindo tuneis de vento para analisar altura e tremor nas mesmas. Novamente, eu analiso o projeto somente. Se eles abandonaram algumas coisas, aí já é outra coisa. O projeto está bem feito sim. Como não tenho as informações oficiais do que vai e do que não vai ser feito, não dá pra analisar o resultado final, mas o projeto apresentado está sim se preocupando com diversas questões.

    Tento responder a todos sim.. acho importante, pois gosto de ver as opiniões de quem está lendo. Acho que é o que mais enriquece esse blog. Pena que as vezes fico muito cheia de trabalho e não dá tempo. Obrigada pelo comentário

    ResponderExcluir
  21. O que será feito com as favelas que se situam ao lado do terreno onde será construido a arena do grêmio? Pois as mesmas deixam a entrada da cidade com um aspecto muito ruim.

    ResponderExcluir
  22. siga nosso blog vams fazer parceria 1000000000 seu blog http://videosdamaquinatricolor.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...